Menu Close

Como melhorar a lucratividade da minha agência de viagens

Isabela Braga

por Isabela Braga
Marketing de conteúdo
isabela.braga@monde.com.br

Não há como ter uma empresa que aumenta constantemente sua lucratividade sem ter previsibilidade e dados confiáveis para a tomada de decisões estratégicas, como corte de despesas desnecessárias e investimento em marketing, por exemplo. Esperar pela sorte ou trabalhar com achismos, não trará a lucratividade que você espera ter com o seu negócio. Na verdade, analisando as agências de viagens de sucesso, o que menos encontramos foram decisões baseadas em achismos.

Mas para aumentar a lucratividade da sua agência, não basta pensar só em vendas. É preciso começar identificando pontos negativos, como perda de tempo em tarefas manuais, despesas que poderiam ser diminuídas ou cortadas, investimentos errados em momentos errados, entre outros pontos que te afastam do seu objetivo. Para te ajudar, trouxe neste artigo algumas situações que merecem sua atenção e que devem ser trabalhadas para que você transforme sua agência em uma empresa estável e lucrativa. 

Estou perdendo dinheiro por não ter um controle financeiro eficaz?

Imagine o seguinte cenário: A fatura do fornecedor chega e você está a ponto de enlouquecer com tantas tarefas, por isso não consegue conferir de imediato e deixa para o dia seguinte. O tempo vai passando e com tanta correria você esquece a fatura. A data de vencimento chega e agora é preciso pagar. Aposto que nesse momento apenas um pensamento passa pela sua cabeça: “Vou pagar hoje e depois eu faço a conferência. Se algo estiver errado eu entro em contato para reclamar”. Além dessa situação prejudicar sua agência, pois não há garantia de que você recebeu a comissão correta, ela influencia diretamente na sua qualidade de vida. Quem passa horas, dias e meses sob pressão, desenvolve nervosismo e perde a vontade de dar o seu melhor no trabalho.

A questão é que você precisa estar atento a esse ponto, pois estamos falando da sua empresa e você não pode simplesmente descuidar e deixar de receber o que já estava acordado. Também não pode ficar sobrecarregado, precisa encontrar maneiras de facilitar os processos. Delegar tarefas é uma estratégia que ajuda bastante. 

Estou dedicando tempo em tarefas que fazem minha agência crescer?

Eu sei que como muitas pessoas você sente que as horas do dia nunca são suficientes para terminar todas as obrigações. Porém, é preciso entender que a questão de não ter tempo está inteiramente atrelada a realizar diversas atividades da maneira mais difícil. Por exemplo, criar 10 planilhas com números e dados que na maioria das vezes não são 100% confiáveis. Se essas planilhas não te ajudam a ter dados concretos para que você invista em ações seguras para sua agência, é uma perda de tempo.

Outra situação é que quando o gestor está atolado e não tem tempo para pensar em pontos estratégicos, como: Ações para anunciar sua agência no Google, fidelizar clientes, aumentar o agilidade no retorno de orçamentos etc. O objetivo de aumentar a lucratividade fica cada vez mais distante. Pois só é possível ter uma agência lucrativa, se você tem visão para investir nas estratégias citadas acima.

Vamos imaginar que você perde 3 horas para montar duas planilhas: uma que traz a receita da agência no mês e uma que traz as despesas. Será que esse tempo está sendo investido para que você aumente a lucratividade do seu negócio? Se você ficou na dúvida, encontramos um problema sério. É óbvio que esses dados são essenciais para a gestão da sua agência, mas você não precisa (não deve e não pode) perder horas nisso. O empreendedor tem que pensar “existe no mercado alguma ferramenta que facilite esses processos?”. Se sim, não há como esperar. O seu tempo é precioso e você precisa dedicá-lo ao que realmente traz lucro. Lembre-se que a sua hora é a mais cara de todas. Você é o único que pode ter a visão ampla do negócio e sua visão encaminha a empresa para a direção correta.

Qual a previsibilidade do meu negócio? 

Aqui nós temos dois tipos de agências: as que tem um controle seguro e sabem exatamente onde investir para alcançar um crescimento constante, e as que vivem “matando um leão por dia”. Vendem e pagam contas, vendem e pagam contas… Parece até que a agência está apenas se pagando (e com bastante dificuldade).

Lembre-se que a competitividade entre agências é grande, mas você pode tornar sua concorrência irrelevante. Para isso, tenha certeza de qual ação tomar, quando, como e quais resultados você espera alcançar. Nunca trabalhe com achismos e não espere uma mudança fazendo tudo exatamente igual. Só assim você muda o status da sua agência de “se pagando” para “gerando muito lucro”.

E então, você acha que essas situações influenciam sua agência negativamente? Deixe um comentário sobre outras dificuldades que você enfrenta no seu dia a dia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *