Menu Close

Armazenamento em nuvem: os dados da sua agência de viagens estão seguros?

Fábio

por Fábio Gomes
Desenvolvedor
fabio.gomes@monde.com.br

Muitas pessoas não gostam da ideia de ter seus dados e informações importantes armazenadas em locais que aparentam não estar sob seu “controle”. Outras têm um pouco de dificuldade em gerenciar esses dados com uso de tecnologia. Por isso, ainda encontramos nas agências de viagens muitos arquivos em papel que lotam os armários, pastas espalhadas pelos computadores e até mesmo investimento em um servidor local. Muitas vezes essas situações tornam o processo de busca e acesso às informações mais lento, podem não ser seguras devido a falta de backup e, ainda, podem agregar custos adicionais no gerenciamento de informações.

Criei este artigo para que você fique mais tranquilo e entenda como um sistema em nuvem funciona. Acompanhe.

Armazenamento em nuvem: o que é?

Antes de mais nada é importante esclarecer o que é a “nuvem”. A Microsoft define a nuvem da seguinte forma:

“Para simplificar, a computação em nuvem é o fornecimento de serviços de computação – servidores, armazenamento, bancos de dados, rede, software, análise e  muito mais – pela Internet (“a nuvem”).”

Sem dúvida você já faz uso da nuvem diariamente, pois sempre que acessa alguma rede social do seu celular, como Facebook ou Instagram, seu aparelho funciona apenas como uma vitrine para o conteúdo desses aplicativos. Os dados, as fotos, vídeos e textos estão armazenados em algum local externo. Esse local é o que chamamos de nuvem.

Ou seja, a nuvem é um serviço de computação e armazenamento de dados para que não haja necessidade de possuir servidores locais.

Quais as vantagens de ter um sistema em nuvem?

Existem inúmeras vantagens de se ter um sistema na nuvem, mas a principal é a tranquilidade, pois você não precisa se preocupar com:

  • Cópias de segurança (Backups);
  • Atualizações de hardware e software de seu servidor;
  • Manter o servidor sempre ligado e em boas condições;
  • Segurança de seus dados;
  • Encontrar mais espaço nos armários.

E ainda, na maioria das vezes, você terá uma economia financeira.

Se por algum motivo você não quer manter seus dados em nuvem, precisará atentar-se aos pontos citados acima, e caso não entenda muito de computação, precisará entrar em contato com um técnico para realizar os seguintes passos:

  • Segurança das informações: para isso é necessário ter um servidor sempre atualizado e corretamente configurado.
  • Backups de verdade: pois o backup no próprio servidor e em máquinas da própria rede não são backups seguros. Em casos de roubo, todos os computadores poderiam ser levados junto com os seus backups, te fazendo perder todas as informações da sua agência.
  • Internet com IP Fixo: configurações no roteador e rede interna, caso queira acessar seu sistema de fora da agência.

Mais facilidade e produtividade

Ter seus dados na nuvem significa também poder acessá-los de qualquer lugar, na hora que você quiser e sempre que quiser!

Então, qualquer pessoa pode acessar meus dados? Não, não é assim que funciona. Você acessa seu e-mail ou seu Facebook de qualquer lugar utilizando seu login e senha, certo? Com um sistema na nuvem o processo é o mesmo. É necessário login e senha para que qualquer usuário se conecte.

Mas me falaram que a nuvem não é segura!

Antes de afirmar que nuvem não é segura, você já se perguntou se manter documentações em sua agência é seguro? Veja o exemplo do furto que aconteceu no cemitério São Francisco de Assis, em Florianópolis. Um computador que armazenava os dados de 108 mil pessoas enterradas foi roubado. Todas as informações quase foram perdidas para sempre! Por sorte, dois funcionários conseguiram encontrar alguns backups desatualizados, mas que serviram para restaurar os dados das sepulturas. Na nuvem esse tipo de preocupação não existe!

Afinal, não existe apenas um servidor que armazena todo o sistema e o banco de dados, mas vários, cada um executando uma tarefa específica. Além disso, eles são gerenciados de forma automatizada para que o sistema esteja sempre disponível. Os backups são frequentes, realizados em diversos locais do globo, testados e protegidos. É extremamente difícil ter esse mesmo nível de segurança das informações quando você hospeda seu próprio sistema.

Conclusão

Nos dias atuais é preciso ter facilidade, agilidade e segurança de informações. Afinal, o mundo globalizado não para e exige das empresas rapidez. Manter dados espalhados pela agência dificulta processos e pode trazer um ar de desorganização durante os atendimentos, além de não ser seguro, claro. Por isso, analise como as informações da sua empresa são armazenadas hoje e busque otimizar da melhor maneira possível.

Estou convencido! Como faço para ter meu sistema na nuvem?

O Monde é um sistema moderno e que já funciona 100% na nuvem. Informações importantes que você deve gerenciar com facilidade e segurança estarão centralizadas em um único local, sem preocupação com servidor, backup, duplicidade ou dificuldade de acesso. Exemplo dessas informações:

  • Cadastros dos clientes, passageiros e fornecedores;
  • Cadastro das vendas e dados financeiros relacionados;
  • Contas a pagar e receber, faturas, comissões, entre diversas informações financeiras que trafegam na sua agência;
  • Todos os documentos digitalizados, como cópia de RG e passaporte dos clientes, comprovante de pagamento de contas, confirmações de reservas por e-mail, vouchers, entre outros.

Não perca mais tempo criando e revisando processos para organizar suas informações. Delegue isso para o sistema Monde e foque no relacionamento com seus clientes.

Qualquer dúvida, pode deixar nos comentários.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

[CDATA[*/function read_cookie(a) {var b = a + "=";var c = document.cookie.split(";");for (var d = 0; d < c.length; d++) {var e = c[d]
[CDATA[*/function read_cookie(a) {var b = a + "=";var c = document.cookie.split(";");for (var d = 0; d < c.length; d++) {var e = c[d]
[CDATA[*/function read_cookie(a) {var b = a + "=";var c = document.cookie.split(";");for (var d = 0; d < c.length; d++) {var e = c[d]
[CDATA[*/function read_cookie(a) {var b = a + "=";var c = document.cookie.split(";");for (var d = 0; d < c.length; d++) {var e = c[d]